InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
WELL
Rank: 3º Sargento
Rank: 3º Sargento
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 41
Personagem Favorito : Kirito
Anime Preferido : Sword Art Online
Localização : Pernambuco
Idade : 18
Data de inscrição : 10/09/2014

MensagemAssunto: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    Sex 12 Set 2014 - 13:37

Meu psicótico Preferido!

Autor:Kelner .M. Foster
Gêneros(s): Comédia, Drama (Tragédia) Escolar

                                                                                                **
Bem, essa é a minha primeira FIc aqui no AN, espero que gostem, normalmente
eu não acostumo a fazer baseado com esses gêneros.
A história se baseia no protagonista Near, que para mim é um dos melhores personagens do Death Note, críticas são bem vindas.
Como não tem nenhum regulamento falando sobre as FANFICS, eu irei escrever e se tiver algo impróprio ou errado, que contradiz as regras do Fórum, mandem uma MSG sobre a FIC, ou exclua a mesma.


Capítulo I

River Pov's

Sou um garoto cujo qual não demonstro emoções,tendo apenas treze anos de idade. Minha aparência se resume na cor branca, pois por um motivo inesplicável, nasci de cabelos brancos, e consecutivamente, fui acostumado a usar roupas brancas (deve ser pelo meu albinismo). Estou no segundo ano do segundo grau, e devido a minha extraordinária inteligência (modesta a parte), consegui uma bolsa de estudos na melhor escola de Winchester, Wammy's House.

O motivo de eu querer me mudar de escola é um pouco complexo: Tentar esquecer o passado sombrio e triste. Minha ''frieza'' se deve ao fato de que perdi meus pais muito cedo, e desde então, tenho vivido com a minha avó, que digamos não tem lá os padrões digamos que bom. E então, a única lembrança que possuo de meus pais é um brinquedo de pelúcia, que eu nem sequer simpatizo com ele.

Quando perdi meus pais aos 6 anos, entrei em uma profunda depressão, que foi tratada lentamente. Desde então, não vejo e não tenho motivos para demonstrar quaisquer tipo de emoção. Não entendam mau, não é que eu seja triste ou atormentado, simplesmente não consigo demonstrar algo, por mais forçado que tente deixar.
A carona estranha para a nova escola já me aguardava do lado de fora, então peguei minha minúscula e única maleta, despedindo-me logo e seguida da minha avó e seguido para fora, onde um simpático senhor de meia idade já me aguardava.

- Você deve ser o pequeno River - sibilou ele, demonstrando um largo sorriso - Prazer em conhecê-lo.

- O prazer é todo meu senhor... -tentei cumprimenta-lo, mas desconhecia seu nome.

- Roger. Me chame de Roger - completou ele, forçando-me a dar um sorriso falso em retribuição.

- Então, podemos ir - comuniquei, adentrando a espaçosa limousine preta. O mesmo entrou logo após no carro, e finalmente partimos viagem.

A viagem era rápida, por isso bastava apenas uma hora para chegarmos ao local do internato. Logo quando cheguei, recebi alguns olhares curiosos sobre mim, mas confesso que ignorei e prosseguir até meu quarto, aonde eu dividiria com alguém da mesma série que a minha.

O dormitório ficava no segundo andar, então não demorei a chegar no mesmo. O local era realmente espaçoso e organizado, mesmo contendo apenas duas camas, um guarda-roupas e uma escrivaninha de mobília. Por sorte, as paredes, lençóis e cobertas eram todas brancas (estranhei) que consecutivamente, me agradou e muito.
No lado de cada cama, tinha uma pequena cômoda, e como não sabia diferenciar qual estava sendo usada, coloquei meus pertences no lado direito do quarto.

Como a bagagem era limitada, pude trazer poucos brinquedos, apenas os favoritos. Peguei um grosso baralho, e logo sentei-me no chão, que era revestido em um lindo piso laminado, cujo tinha a cor marrom fraco, onde me acomodei rapidamente e comecei a fazer um grandioso castelo de cartas.
Quando eu já estava na penúltima fila da minha grandiosa arte revestida em cartas, alguém entra apressadamente no quarto, fazendo com que tudo o que eu havia construído fosse por água abaixo. De inicio, senti uma breve frustação, que logo foi ignorada. Dentre isso, percebi a estranha pessoa que seria meu companheiro de quarto. Sua estatura era um tanto alta, e a pele era intensamente pálida, o que destacava ainda mais as suas enormes olheiras. Seus cabelos eram negros, volumosos e desgrenhados, o que não era o suficiente para tirar o destaque de seus olhos escarlates. A roupa também era básica, apenas uma camiseta branca de manga comprida e uma calça jeans em um tom azul básico.

- Quem é você? E o que faz nesse andar, já que é uma criança? - perguntou-me ele, enquanto sentava-se de um jeito esquisito na beirada da cama esquerda.

Decidi ignorá-lo. Para não saber quem seria seu novo companheiro de quarto, só poderia ser algúem muito mal informado.

Depois de alguns minutos, sinto um breve arrepio em meus braços, seguido de uma pequena dor, na qual eu batalhei para não demonstrar. Quando viro mina cabeça para ver o que seria, vejo o moreno ''esquisito'' com um sorriso sádico no rosto, enquanto passava de leve um facão sobre meu braço.

- O que você quer? - pergunto, tentando manter a indiferença.

Ele faz um novo corte, desta vez um pouco mais profundo. Tento me distrair com algo para aliviar um pouco a pressão, o que consigo com sucesso.

- Gostei de você. Como se chama? - pergunta ele, limpando o facão com a própria blusa.

Meu verdadeiro nome é Nate River, mas gosto que me chamem de Near - respondo, tentando manter a postura.

- Me chamo Beyond Birtday - sibila ele, divertindo-se com algo invisível - Mas então, o que faz aqui?

- Fui transferido recentemente, e sou seu novo companheiro de quarto. - respondi, um pouco irritado.

- Então você é aquele grato que passou com 99% de acerto na prova! Seus pais devem ser mesmo influentes para fazerem isso acontecer - afirma ele, certo de suas conclusões.

- Eu venho de uma família simples, e sou apenas um bolsista aqui. E só não passei com 100% na prova, porque não tive tempo o suficiente para responder a última questão - contradigo, enrolando uma mecha do meu cabelo.

Vi uma expressão de susto em seu rosto, mas a mesma logo foi substituída por uma expressão vazia e monótona.

- Desculpe pelas minhas conclusões precipitadas. Então, você deve ter um QI mesmo elevado, como me informaram - afirmou ele, desta vez mais precisamente.

- Exatamente - concordei, levantando e indo em direção ao banheiro.

O banheiro, assim como o quarto, era todo revestido em branco. Ligo o chuveiro na água morna, então faço uma rotina normal de banho.

Passados vinte minutos, desligo o chuveiro e então me seco. Percebendo que não havia deixado roupa a disposição ali, enrolo minha toalha na cintura e então saio do cômodo a parte.
O quarto em si, estava aparentemente vazio, então rumo a minha mala coloquei uma muda de roupa, e sinto um par de mãos me segurando.

- Você fica bem bonitinho assim - Beyond sorria alto, enquanto me observava

- Me solta - protesto, desconfortável com a situação - ME SOLTA AGORA!

- Sabia que você fica mais bonitinho ainda demonstrando raiva? - ele ria descontroladamente, enquanto se aproximava lentamente de mim.

- Isso... isso de novo não - susurrei, mas mesmo assim ele conseguiu me ouvir.

- Se acalme, Nate! Eu só estava brincando com você... - protesta Beyond, aparentemente arrependido. Ignoro-o e corro até o banheiro, aonde novamente me tranco.
Vou deslizando com as costas por entre os ladrilhos da parede, pela primeira vez em muitos anos, eu estava desabando de lágrimas, quando repentinamente pego no sonho e tenho um breve sonho.

Acordo suado e completamente confuso, o que certamente era incomum para mim. Sonhava com a minha mãe sendo morta junto com o meu pai e o assassino tentando me pegar enquanto as sirenes policiais chegaram e o mataram. Então, eu escuto batidas fortes na porta, mas decidi ignorá-las por alguns instantes e botar minha cabeça em ordem
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SF-A2 Miki-chan
Rank: Cabo
Rank: Cabo
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 28
Personagem Favorito : Mulher:Ayuza
Anime Preferido : Tsubasa Chronicle, K
Localização : Lost in the darkness... I don't know!
Idade : 14
Data de inscrição : 03/07/2014

MensagemAssunto: Re: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    Sex 12 Set 2014 - 16:03

HUUUUUM GOSTEI *-*
Continua logo, ok?

_________________
Boku wa umare soshite kizuku shosen hito no manegoto da to shite na omo utaitzuzuku towa no inochi VOCALOID!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://alanisc22@gmail.com
WELL
Rank: 3º Sargento
Rank: 3º Sargento
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 41
Personagem Favorito : Kirito
Anime Preferido : Sword Art Online
Localização : Pernambuco
Idade : 18
Data de inscrição : 10/09/2014

MensagemAssunto: Re: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    Sex 12 Set 2014 - 16:43

SF-A2 Miki-chan escreveu:
HUUUUUM GOSTEI *-*
Continua logo, ok?

Ok, demorar um pouco, mas vou continuar sim, já tinha algo planejado antes só falta escrever o desfecho mas o próximo cap já está pronto >3    Grato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nyu-chan
1º Tenente
1º Tenente
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 609
Personagem Favorito : Nyu
Anime Preferido : Madoka Magica
Localização : Atrás de você
Idade : 18
Data de inscrição : 22/06/2014

MensagemAssunto: Re: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    Sex 12 Set 2014 - 18:30

*¬* que Near fofo :3 dá até vontade de morder :3
Amei seu estilo de escrita, eu realmente pude ficar imersa na história (e ultimamente, isso tem sido bem raro da minha parte). O capítulo ficou perfeito, na minha opinião, e sinceramente, estou morrendo de curiosidade para ver o desenvolvimento da história.
Espero ansiosa pelo próximo.

_________________
Três palavras: agora são cinco

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
WELL
Rank: 3º Sargento
Rank: 3º Sargento
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 41
Personagem Favorito : Kirito
Anime Preferido : Sword Art Online
Localização : Pernambuco
Idade : 18
Data de inscrição : 10/09/2014

MensagemAssunto: Re: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    Sex 12 Set 2014 - 22:36

Nyu-chan escreveu:
*¬* que Near fofo :3 dá até vontade de morder :3
Amei seu estilo de escrita, eu realmente pude ficar imersa na história (e ultimamente, isso tem sido bem raro da minha parte). O capítulo ficou perfeito, na minha opinião, e sinceramente, estou morrendo de curiosidade para ver o desenvolvimento da história.
Espero ansiosa pelo próximo.

Sim, o Near é muito fofo mesmo haha.
Grato, ainda tem muita coisa para ser acrescentada mas eu só irei postar próximos capítulos se houver alguém lendo haha
(Espero que entenda) >3
Mas...
Eu vejo vocês comentando me deixa mais disposto a escrever, estou pensando em terminar o próximo capítulo e postar, não depende de mim haha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Meu psicótico Preferido! (Death Note) Cap.0
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Death Note - Episodio 2 - Dublado - HD
» Os rapazes mais giros dos animes!
» [JOGO] Alfabeto asiático!
» Qual é o seu ator e/ou atriz preferido?
» Reanault G 260 - AGIP

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anime Neo :: -- ÁREA FANFIC' ! -- :: FanFic's-
Ir para: