InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 The Hell Verse

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rukia-nee-san
Rank: 2º Sargento
Rank: 2º Sargento
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 76
Personagem Favorito : Toushirou H.
Anime Preferido : Bleach, Fairy Tail
Localização : Terra do Nunca
Idade : 21
Data de inscrição : 22/06/2014

MensagemAssunto: The Hell Verse   Seg 11 Ago 2014 - 17:59

Capítulo 3 - A Máscara do Passado

O pecador Kokuto estava irrecuperável de seus devaneios. Sorria sutilmente pela sua engenhosa estratégia. Tudo ocorrera como planeado. Aquele homem mascarado não passava de uma marioneta, um capricho para seus deliciosos fins. Manipulou os seus sentimentos e corrompeu-os para ele realizar seus desejos. Um plano perverso. Saiu de suas fantasias, ao avistar um de seus mensageiros aparecer na porta e se inclinar subitamente.

- Senhor tenho o meu relatório.

- E que boas notícias me trazes?

- O pecador mascarado chegou, com a prisioneira. Ela parecia estar a dormir, e ao acordar, ela reivindicou e parecia que estava presa a um pesadelo. Ela também chamava desesperadamente por um tal de Ichigo, e ainda conseguiu matar dois de seus guardas antes de ser subjugada.

- Como ela está agora?

- Dormindo irregularmente Senhor.

Quando o servo se retirou, o pecador alargou seu sorriso. Tudo aconteceu como o previsto. E sussurrou para as profundezas do quarto, ecoando por todos os cantos sua frase recentemente pronunciada.

- Bom trabalho meu shinigami.



I&R



Um homem de alta estatura observava uma foto antiga, soprou no porta-retratos a fim de retirar a poeira acumulada. Encarou os rostos sorridentes que olhavam para ele. Sentiu um sentimento de nostalgia preencher seu espírito possuído pelas trevas, contudo não se permitiu abalar, iria seguir o plano sem ressentimentos.

Desviou o olhar da imagem para uma morena profundamente adormecida numa maca, por momentos parecia que estava morta. Provavelmente pela energia negativa de todo aquele lugar ardente.

O mascarado colocou a mão na testa da pequena shinigami, limpando algumas gotas de suor que escorriam por sua face. Até que ele ouve ela cochichar algo que o machucará profundamente.

- Eu te amo Ichigo.

Naquele momento, o homem encheu-se de determinação e tornou-se tão impenetrável como as paredes de Seireitei. Apertou fortemente seus punhos, com um forte poder negro a consumi-lo, e estava tão disperso que não se apercebeu quando Rukia começou a acordar, nem a vê-la a clamar por sua zanpakutou ao seu lado. A única coisa que sentiu foi o aço prensado a frio em seu pescoço.

- Onde eu estou e quem és tu?

O ser infernal não sentiu a lâmina em sua garganta tremer, o que revelou que a morena não estava com medo, mas por algum motivo ele ainda estava vivo. Ela era perspicaz, pretendia usá-lo para obter as informações precisas e escapar. Ela nunca mudaria, riu travesso com esse pensamento.

- Neste momento estamos no quarto nível do Inferno, acredito que já tenhas ouvido falar. Sobre quem eu sou, Kuchiki Rukia…

A morena estava incrédula. Era por esse motivo que ela estava tão desgastada espiritualmente, sua reaitsu estava sendo consumida pelas chamas infernais. Observou curiosa o homem retirar a máscara, e ela arregalou os olhos estupefacta, como se visse a maior das suas assombrações tornar-se real. Engasgando-se e recuando dois passos, sem contudo desviar a espada.

- Não pode ser…



I&R



- Como assim não consegues encontrá-la?

- Quer dizer que não consigo rastrear a sua energia espiritual em nenhum canto do Mundo Humano ou na Soul Society, ela desapareceu.

Não era essa a resposta que Ichigo queria ouvir, mas não gastaria suas forças discutindo com Urahara. Se ninguém o podia fazer, então ele próprio teria de a encontrar.

- Mas eu sei de algo que pode ajudar-te, Ichigo. Analisei minuciosamente os requisitos do poder espiritual no local do incidente, e um deles parecia ser de uma origem demoníaca.

- Um demônio? De onde ele poderia ter vindo?

Por um momento Ichigo pensou que tivesse sido algum hollow ou outro shinigami traidor, mas um ser demoníaco não estava na sua lista de hipóteses. Estava incrédulo, como se aniquilava um ser desses?

- Ora do único lugar de onde vem os demónios. O Inferno.

- Como eu poderei chegar lá?

- Não podes. E mesmo que pudesses, certamente morrerias antes de encontrar a Kuchiki-san.

- Esse é um risco que estou disposto a correr. Tens a certeza que não há nenhuma forma de chegar lá?

- Não vais parar de me incomodar até eu te dizer, não é?

- Absolutamente não.

- E realmente não tens medo da morte, Ichigo Kurosaki?

Imagens da noite passada preencheram a mente e o coração do ruivo, lembranças de felicidade que só faziam seus desejos de ódio e vingança crescerem.

- Eu não tenho tempo para ter medo, velho.

Urahara sorriu tristemente, orgulhoso da força de vontade do substituto de shinigami mas mesmo assim temeroso do que lhe poderia acontecer.

- Ichigo… Porque fazes isto tudo? O que ela é para ti?

O ruivo olhou para o dono da loja, com uma sensação estranha. Ele lhe fez exactamente a mesma pergunta quando foi salvar a Rukia na Soul Society. Ele esperava que algo tivesse modificado? E foi nesse momento que o Kurosaki percebeu, nada mudou e nunca mudaria. Ele sempre salvaria a baixinha, independentemente de onde tivesse que ir, mesmo que o preço que ele tivesse de pagar fosse a sua própria vida. Tudo isso desde que ela ficasse em segurança.

- Uma baixinha persistente que não saí da minha cabeça… Nem do meu coração.

O loiro sorriu com a resposta. O jovem acabara de assumir que gostava da pequena Kuchiki mesmo que indirectamente, mas conhecendo o jeito do Kurosaki, o dono da loja humilde sabia que aquela declaração fora muito directa.

- Há uma montanha cerca de cinco quilómetros a sul daqui, uma montanha que tem uma agregação de cúpulas nas nuvens. Tu deves viajar para o pico, onde vais encontrar o caminho. Mas se morreres ao tentar entrar, não voltes para mim a chorar.

- Não te preocupes, eu não vou. Só voltarei quando tiver a Rukia.

Com isso, Ichigo saiu de seu corpo, deixando-o ao lado de Urahara, e desapareceu em um borrão.

- Boa sorte, garoto. Vais precisar.



I&R



As árvores passavam como um borrão esverdeado aos olhos de Ichigo, ele mal pousava os pés no chão. Os saltos do ruivo mais se assemelhavam a um vôo. A densa reaitsu negra avermelhada dele consumia a maioria das plantas e pequenos seres vivos. Sentia a raiva consumi-lo, pela primeira vez em toda a sua vida teve sede de sangue. Torturar aquele que ousou raptar a sua baixinha dos seus braços. Aproveitar-se que ambos dormiram para a levar dele, era algo imperdoável.

- Eu te salvarei Rukia, prometo.

_________________
"Pinga, pinga, gota."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SF-A2 Miki-chan
Rank: Cabo
Rank: Cabo
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 28
Personagem Favorito : Mulher:Ayuza
Anime Preferido : Tsubasa Chronicle, K
Localização : Lost in the darkness... I don't know!
Idade : 14
Data de inscrição : 03/07/2014

MensagemAssunto: Re: The Hell Verse   Seg 11 Ago 2014 - 18:02

Hmmmmm, adorei!

_________________
Boku wa umare soshite kizuku shosen hito no manegoto da to shite na omo utaitzuzuku towa no inochi VOCALOID!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://alanisc22@gmail.com
 
The Hell Verse
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Go to Hell
» Demônio de hell
» Let's Go in a Highway to Hell

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anime Neo :: -- ÁREA FANFIC' ! -- :: FanFic's-
Ir para: