InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Noivo em Perigo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rukia-nee-san
Rank: 2º Sargento
Rank: 2º Sargento
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 76
Personagem Favorito : Toushirou H.
Anime Preferido : Bleach, Fairy Tail
Localização : Terra do Nunca
Idade : 20
Data de inscrição : 22/06/2014

MensagemAssunto: Noivo em Perigo   Seg 23 Jun 2014 - 14:00

Oii *--*
Esta é uma outra oneshot de IchiRuki, do anime Bleach.
Espero que gostem!

Boa leitura *

--x--x--

Sinopse: Havia muitas formas de irritar Kuchiki Byakuya e Ichigo descobriu uma delas...


Capítulo Único

Mundo Real



Ichigo finalmente recuperou os seus poderes de shinigami. Tinha acabado de voltar para casa. Estava pensativo sobre a sua vida. Sobre si. Sobre os seus sentimentos.

Uma pequena mulher estava sempre presente nos seus pensamentos, nos seus sonhos… Mesmo quando não está com ele, é como se estivesse. Era inevitável não pensar nela. E era impossível não sorrir quando se lembrava dela. Amava-a? Certamente.

Ele arriscou tudo por ela. Ou melhor, ele não arriscou nada por ela. Ela era tudo para ele. Sem ela, ele não era nada. Não havia sentido para nada. Os seus poderes, a sua vida de shinigami… Tudo fazia sentido, porque ela estava com ele. Mas sem ela nada fazia sentido.

Lembrou-se que ela para o salvar cometeu um crime, sendo quase executada! Em como tornou-se vaizerd por ela, para a salvar! Todo o desenvolvimento do seu poder tinham uma dedada de Rukia. E ele não a culpava por isso. Até agradecia.

Quando perdeu os seus poderes, deixou de poder estar com ela. Era isso que o destruía. Sentiu-se vazio, sozinho. Mesmo com o apoio incondicional da sua família e amigos. O que isso importava afinal? Ela não estava mais lá.

Amava a baixinha. Adorava implicar com ela e os seus desenhos ridículos do coelho Chappy. Odiava aquilo. Mas abria um sorriso, por ela. Que falso Ichigo! Por vezes sonhava que eles estavam casados e com filhos, e ela colocara quadros dos seus desenhos pelo quarto dos miúdos… Que pesadelo! Acordava todo suado e aterrorizado.

E como ela era linda!

Sode no Shirayuki. Considerada a zanpakutou mais bela de todas. Nenhuma melhor para ela. A sua espada reinava em beleza entre as espadas, Kuchiki Rukia reinava entre as shinigmis, ou as mulheres em geral.

O seu rosto não transmitia inocência ou pureza. Não muito pelo contrário. Era arrogante, austera, emburrada e com certas expressões, ligeiramente safada. E ele adorava isso. Os seus cabelos negros como a noite, brilhantes. Eram invejados por qualquer mulher. Apesar da cor comum, era o próprio penteado que em simultâneo lhe transmitia essa particularidade, única. A franja que caía no meio dos seus olhos, dava-lhe um ar terrivelmente sedutor. E os seus olhos? Oh, perdição completa. Os seus olhos violetas eram o espelho daquela doce alma.

Apesar de seu rosto não transmitir inocência, o corpo dela contradizia-se. Pele clara como a neve, um branco puro. Quem visse aquela mulher, dizia que era uma deusa. Intocável. O seu caminhar altivo acentuava essas suas características físicas. O seu pescoço era outra armadilha mortal. Longo e curvilíneo. Sempre o tentava e ele apanhava-se muitas vezes imaginando-o como seria o sabor daquela zona, tão sensível. O seu peito era mediano, o que desagradava alguns homens, mas era perfeito para ele. Tinha as medidas certas. Nem a mais nem a menos. A zona da barriga até a sua anca, muito bem desenvolvida era outro caso complicado. E as pernas? Torneadas e firmes. Um estrondo de mulher, sem dúvida.

Não conseguia estar ali parado a pensar numa vida com ela, quando ele ainda podia ter algo com ela! Caramba! Ele enfrentou os treze esquadrões da Soul Society, enfrentou espadas e fraccións, até o maior inimigo de sempre: o traidor Aizen. Não podia ser tão difícil dizer a uma mulher com menos de um metro “amo-te”. O que poderia acontecer de mal?

Estava submerso nos seus pensamentos quando alguém, ou algo, pulou para cima da sua barriga reclamando com ele, em tom de repreensão.

- Deixa de ser baka Ichigo!! Vai buscar a nee-san! Se eu estivesse no teu lugar… Não descansaria enquanto não a tivesse nos meus braços, com as suas faces coradas, os seus olhinhos a brilharem por mim e … - PUFFF! Kurosaki mandou o pobre Kon contra a parede, nem deixando o pequeno peluche acabar de fantasiar.

Era isso mesmo que ele ia fazer!

Estava decidido! Iria declarar-se a ela e pedi-la em casamento! Se ela dissesse que não… Bem… Será que na Soul Society aceitam casamentos em que um dos noivos diga “não”? Quem sabe. Pode ser possível. Era isso que faria. Se ela recusasse, ele a forçaria e ponto.



Soul Society



O substituto de shinigami corria pelos telhados até a mansão da família Kuchiki. Tinha de a ver e encontra-la agora… Antes que a sua coragem evaporasse.

Mal chegou ao casarão, não esperou permissão para entrar ou anunciar a sua vinda foi logo rastrear a shinigami, de pequena estatura mas de enorme porte, através da sua reiatsu.

Encontrou-a ao pé do lago. Estava com um kimono azul bebé, levemente transparente. O kimono estava um pouco aberto na zona do peito, revelando a sua pele macia. Ichigo teve de prender a respiração diante aquela imagem dos céus. Linda!

Estava hipnotizado. Não conseguia desgrudar os olhos da dona dos seus pensamentos. Do seu coração. Ela finalmente reparou na sua presença e olhou assustada com a sua presença. Não o esperava encontrar ali.

- I…chi..go? O que fazes aqui, seu baka! Se nii-sama te apanha aqui…- Rukia estava furiosa. Será que ele não pensava. Seu irmão era muita coisa. Mas compreensivo e atencioso com visitas inesperadas não era o seu caso.

- O Byakuya que se lixe… Eu vim por ti Rukia. Preciso de falar contigo e é AGORA!


A pequena shinigami permitiu-se arregalar os olhos de surpresa. Nunca vira o Ichigo usar aquele tom. Nunca o vira tão determinado. Uma leve pontada de curiosidade bateu-lhe. O que tinha para falar com ela? O que era tão urgente a ponto de ele a procurar noutro mundo?

- Rukia… Sei que nós somos de mundos diferentes. Pessoas completamente diferentes. Mas é exactamente isso que me encanta em ti. És uma pessoa positiva, habilidosa, esforçada, brincalhona, encantadora… Tu fazes o meu mundo interior parar de chover. A propósito o Zangetsu agradece por isso. – Ichigo riu de lado enquanto Rukia ia corando gradualmente a cada palavra proferida pelo rapaz de cabelo laranja.- Sei que és muito pequena mas também não me importo, só te faz mais especial… E não venhas refilar em como isso será um obstáculo em momentos quando queremos beijarmo-nos ou isso… Basta usares um banco, afinal eles existem para alguma coisa. – Ichigo não evitou uma leve risada ao imaginar a cena mas assumiu de seguida uma postura mais séria, porém serena.- Podes ser baixinha mas o meu amor por ti é bem maior do que tu possas imaginar. Tu és o meu escape para tudo. Estás lá sempre para mim, seja de que maneira for. Se chove, tu és o meu guarda-chuvas. Se faz sol tu és a minha brisa fresca. Se faz frio és o meu aquecedor privado – nesse momento sorriu maliciosamente-. Se eu caio tu estás lá para evitar as quedas antes mesmo de perceber que estou em perigo, e quando caio tu levantas-me. Eu diria ajudar a levantar-me mas tu fazes mais que isso. Se eu não consigo erguer-me tu deitas-te ao meu lado e tentas animar-me, para repor forças e juntos superar-mos os problemas. Contigo não existe problemas grandes… Eu supero tudo contigo. Tu és a minha força. Eu não faço nada sem ti. Amo-te mais que a mim mesmo, do que algum dia pensei amar… E por isso… -caminhava na direcção da menina que estava em pleno shock, não se mexia, os seus olhos estavam arregaladíssimos pela surpresa, a sua boca entreaberta como se fosse falar algo mas nada saía e Ichigo até pensava que ela parara de respirar. Pegou na sua mão e acaraciou-a, deixando uma carícia meio sem jeito… ajoelhou-se e olhou no fundo daqueles olhos lilases- Aceitarias casar com este homem que pouco te pode oferecer além de amor e protecção sem fim?

A herdeira da família Kuchiki estava radiante. Será que aquilo era um sonho? Estava mesmo a acontecer? Ela não queria saber… Se fosse um sonho que dormisse eternamente! Ela sorriu, um sorriso de invejar a qualquer um e abraçou o rapaz pelo pescoço gritando “sim” enquanto beijava toda a extensão do rosto do rapaz. Não cabia em si com tanta felicidade. Estava eufórica.

Ichigo tomou o rosto da menina entre as suas mãos, como se fosse uma boneca de porcelana que a qualquer momento quebraria. Roubou-lhe um beijo. Podia ser incorrecto. Mas e daí? Ela não entrara na sua vida sem permissão? Não roubara o seu coração? Ela tinha era que saldar as dívidas.

Um beijo profundo, intenso. Repleto de amor. Não prestavam atenção a nada à sua volta simplesmente existiam eles os dois. Mais nada existia. Nada mais importava além um do outro.

Eles foram separando-se timidamente, querendo aproveitar a sensação um do outro. Saboreando o recente sabor descoberto. Sorriam. Uma batalha de olhares era travada. Castanho versus liláz. Ambos se perdiam nas armadilhas do olhar um do outro.

Mas do nada o olhar da pequena mudou para uma expressão brava. Ichigo assustara-se com a repentina mudança, o que teria acontecido? Teria ele feito algo de errado?

- SEU BAKAA! Como te atrevas a pedir uma mulher em casamento sem um anel? És um incompetente!- Rukia socava Ichigo e este apanhado totalmente desprevenido, ficou a ver estrelas e quando ia refutar ouve algo que o paralisa. Ele conhecia essa voz… era do… será que… estaria ali à quanto tempo?... Será que assistiu a tudo!? Se fosse assim estava num situação complicada.

Virou-se lentamente na direcção que a voz se pronunciou. Confirmou as suas suspeitas. Não era nada mais nem nada menos que… Kuchiki Byakuya! Ele estava completamente ferrado!

Pelo olhar dele, dizia que assistiu a tudo e … oh oh, ele desembainhou a espada. Ele vai atacar! Espera… Ele não vai… Ele vai usar a BANKAI! Ficou doido por acaso!?

- Senbonzakura (“Sombras Mortais...”)…

- Nii-sama, por favor pare… se continuar vai matá-lo!

- … Kageyoshi (“…das Mil Pétalas de Cerejeira”)!Era essa a ideia.


--x--x--


Beijinhos, beijinhos e muitos moranguinhos <3

_________________
"Pinga, pinga, gota."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nyu-chan
1º Tenente
1º Tenente
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 609
Personagem Favorito : Nyu
Anime Preferido : Madoka Magica
Localização : Atrás de você
Idade : 18
Data de inscrição : 22/06/2014

MensagemAssunto: Re: Noivo em Perigo   Seg 23 Jun 2014 - 14:19

kkkkkkkkkkk o Byakuya apareceu na hora certa, hein? (pobre Rukia, vai ficar viúva antes de casar).
Enfim... Amei a one-shot, ficou engraçada e fofa ao mesmo tempo.

_________________
Três palavras: agora são cinco

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lidi_Nalu
2º Tenente
2º Tenente
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 395
Personagem Favorito : Nastu,Lucy,N
Anime Preferido : Naruto Shippuuden, F
Localização : Em Algum Lugar... ^^
Idade : 19
Data de inscrição : 23/06/2014

MensagemAssunto: Re: Noivo em Perigo   Seg 23 Jun 2014 - 16:04

Adoreiiiii,,, Apaixonei total...
mas que droga em Byakuya  Exclamation 
Ameiiii... *o*
Awww,, fofo!  Embarassed 

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Noivo em Perigo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Noivo em Perigo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Salamandra/ 26° Capítulo- Juca é gravemente agredido e Roberta sua vida corre perigo!
» CAPÍTULO 38|| SABER VIVER
» Perigo: gêmeas a solta no festival!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anime Neo :: -- ÁREA FANFIC' ! -- :: FanFic's-
Ir para: